A Liga de Hepatites, inicialmente denominada Liga de Combate às Hepatites por Vírus da Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina (UNIFESP/EPM), foi fundada em 08 de agosto de 1997 como entidade sem fins lucrativos, vinculada ao Departamento de Cultura Científica (DCC) do Centro Acadêmico Pereira Barreto (CAPB) e associada ao Setor de Hepatites da Disciplina de Gastroenterologia Clínica do Departamento de Medicina da UNIFESP/EPM.
        Nasceu da iniciativa dos Profa. Dra. Maria Lúcia C. G. Ferraz e Prof. Dr. Antonio Eduardo B. Silva em mobilizar os estudantes universitários e a sociedade em geral em prol da prevenção, tratamento e erradicação das Hepatites Virais em nosso meio.
        A demanda crescente de doadores de sangue com marcadores virais positivos e/ou elevação de ALT motivou a formação da Liga de Hepatites.
        Para atingir esses objetivos, a Liga era formada por duas frentes de atenção sob três diferentes modalidades de abordagem: 1. Frente de Atendimento Ambulatorial; 2. Frente de Prevenção das Hepatites e 3. Iniciação Científica.
        Sob orientação do Dr. Maurício Soares Pacheco e Dr. Vitório Luis Kemp, a Frente de Atendimento Ambulatorial era formada pelos alunos: Cínthia Yukie Kuga (T.63), Erika Miyamoto Fortes (T.63), Fernando Akio Mariya (T.63), Frederico J. N. Mancuso (T.62), Jane Chen (T.64), Jayson Nagaoka (T.63), Leonardo Massamaro Sugawara (T.63), Lilian Emi Ohkawara (T.63), Oskar Grau Kaufmann (T.64) e Viviane Tiemi Hotta (T.63). O diretor dessa frente era Frederico J. N. Mancuso.
        Sob orientação do Prof. Dr. Antonio Eduardo B. Silva, a Frente de Prevenção das Hepatites era formada pelos alunos: Amilcar Marcelo Bigatão (T.63), Cesar Inoue (T.65), Erica Leite (T.65), Fernanda Peixoto Borges (T.64) e Saulo Fernando Vieira (T.63). O diretor dessa Frente era Amilcar Marcelo Bigatão.
        Sob orientação da Profa. Dra. Maria Lucia C. G. Ferraz, a Frente Científica era formada pelos alunos: Antônio Gomes Amorim (T.63), Endric Hasegawa (T.63), Denise Leite (T.63), Hugo Akabane (T.65), Karis Yuu Itamoto (T.65), Nilton José Carneiro da Silva (T.65), Rafael Duarte de Souza Loduca (T.65) e Rodrigo Alves de Figueiredo (T.63). O diretor dessa frente era Antônio Gomes Amorim.
        Elegeu-se como tesoureiro Amilcar Marcelo Bigatão e como secretária Cínthia Yukie Kuga. Todos os membros citados foram automaticamente nomeados membros honorários da Liga de Hepatites.
        Em 22 de janeiro de 1998, devido ao fato de Frederico J. N. Mancuso ter entrado para o quinto ano médico e se desligado da Liga, foi nomeado para diretor da Frente Ambulatorial Fernando Akio Mariya e como novos tesoureiros Lilian Emi Ohkawara e Erika Miyamoto Fortes. Nessa época, a Liga tinha como atividades o Atendimento Ambulatorial e a realização de seminários realizados pelos alunos quinzenalmente.
        Em 20 de agosto de 1998 todas as Frentes se fundiram à Frente Ambulatorial para dar mais dinâmica à Liga. Dessa maneira, os trabalhos científicos e a Frente Preventiva estaria condicionada aos pacientes atendidos no Ambulatório da Liga de Hepatites. Nesta data, Cínthia Yukie Kuga foi nomeada diretora da Frente Preventiva.
        Em 10 de novembro de 1998, com a criação do Conselho de Ligas do CAPB, foram nomeados como representante e suplente da Liga Jane Chen e Karis Yuu Itamoto, respectivamente.
        Em 19 de novembro de 1998, após o II Curso de Hepatites Virais, ocorreu a entrada dos novos integrantes dos quais destacaram-se os seguintes acadêmicos: Carolina P. S. Almada (T.64), Caroline Terrazas (Enfermagem), Elizabeth Yukie Hirakawa (T.66), Francesco Câmara Blumetti (T.66), Juliana Kawabe (T.64) e Luiz Antonio Gil Junior (T.66).
        Em 04 de março de 1999 o Dr. Evandro Antonio Bentes de Oliveira Jr. passou a orientar os alunos da Liga em conjunto com os Drs. Maurício Soares Pacheco e Vitorio Luis Kemp. Foram nomeados novos diretores da Liga de Hepatites: Luiz Antonio Gil Jr., Francesco Camara Blumetti, Elizabeth Yukie Hirakawa e Karis Yuu Itamoto. Os tesoureiros da Liga eram: Francesco Camara Blumetti e Elizabeth Yukie Hirakawa. Como representante do Conselho de Ligas foi nomeada Carolina P. S. Almada.
        Em agosto de 2000, após o curso anual, ingressaram na Liga os alunos José Daniel Braz Cardone (T.68), Camila Tanabe Matsuzaka (T.67), Marieli Nimtz (T.67), Patrícia Sebastiones (T.67), Paulo Muzy (T.67), Rodrigo Wallau (T.67), Marcel das Neves Palumbo (T.66) e Mauricio Cardoso Jr. (T.66), agora sob orientação de Vitório L. Kemp, Roberto Carvalho Filho, Cláudio Figueiredo Mendes e Ricardo Alvariz. A diretoria 2001 constitui-se dos seguintes alunos: José Daniel Braz Cardone, Camila Tanabe Matsuzaka, Marieli Nimtz, Elizabeth Yukie Hirakawa e Luciano Bello Costa.
        Em agosto de 2001 ingressaram os alunos Andrea Yumi Watanabe (T.68), Caio Alexandre S. Póca Pereira (T.68), Daltro M. Ishikawa (T.69), Danilo K. Segalla (T.68), Eliete C. Faria (T.68), Fabio José Pereira da Silva (T.68),
Fernanda Aimée Nobre (T.68), Fernanda C. A. de Araujo (T.69), Jonas Balan de Pádua (T.68), Lilian B.Alessandri (T.69), Lucy T. Sato (T.69), Patricia Naomi Ando (T.68) e Rodrigo Regacini (T.67). A diretoria 2002 constitui-se dos seguintes alunos: Fernanda C. A. de Araujo, Caio Alexandre S. Póca Pereira, José Daniel Braz Cardone, Camila Tanabe Matsuzaka e Marieli Nimtz.
        Atualmente a Liga é constituída de 16 acadêmicos e tem como atividades o atendimento ambulatorial, realização de aulas com professores da Gastroenterologia e convidados de outras Disciplinas, atuação na prevenção das Hepatites e promoção de pesquisas científicas.


        Durante o XV Congresso Brasileiro de Hepatologia realizado no Rio de Janeiro de 10 a 13 de outubro de 1999 foram apresentados dois trabalhos da Liga de Hepatites:

  • Possibilidade de estruturação de um serviço de atendimento a doadores de sangue gerenciado por alunos de medicina. Autores: Luiz Antonio Gil Junior, Elizabeth Yukie Hirakawa, Francesco Camara Blumetti, Karis Yuu Itamoto, Fernando Akio Mariya, Dr. Maurício Soares Pacheco, Dr. Vitório Luis Kemp e Profa. Dra. Maria Lucia C. G. Ferraz.
  • Significado do anti-HBc inconclusivo em doadores de sangue. Autores: Erika Miyamoto Fortes, Fernando Akio Mariya, Lilian Emi Ohkawara, Cínthia Yukie Kuga, Leonardo Massamaro Sugawara, Dr. Mauricio Soares Pacheco, Dr. Vitorio Luis Kemp, Dra. Renata M. Perez e Profa. Dra. Maria Lucia C. G. Ferraz.

        Durante o XVI Congresso Brasileiro de Hepatologia realizado em Vitória de 28 de abril a 1o de maio foram apresentados dois trabalhos da Liga de Hepatites:

        Apresentação oral:

  • Utilização da vaciana contra hepatite B no esclarecimento do perfil doanti-HBc isolado em doadores de sangue. Autores: Fernando A. Mariya, Karis Y. Itamoto, Mauricio S. Pacheco, Renata M Perez, Vitorio L Kemp, Evandro AB Oliveira Jr., Genimari A Silva, Antonio EB Silva, Maria LG Ferraz.
  • Significado do anti-HBc inconclusivo em doadores de sangue. Autores: Erika Miyamoto Fortes, Fernando Akio Mariya, Lilian Emi Ohkawara, Cínthia Yukie Kuga, Leonardo Massamaro Sugawara, Dr. Mauricio Soares Pacheco, Dr. Vitorio Luis Kemp, Dra. Renata M. Perez e Profa. Dra. Maria Lucia C. G. Ferraz.

       Pôster:

  • Proporção dos diferentes achados na triagem de hepatites em banco de sangue - comparação com a ocorrência dos mesmos eventos em serviço especializado no atendimento de doadores. Autores: Luiz A Gil-Junior, Cláudio G Figueiredo-Mendes, Renata M Perez, Vitório L Kemp, Evandro O Junior, Maria AC Soares, Carla AL Matos, Antonio EB Silva, Maria LG Ferraz.

        Além destes trabalhos, outros foram apresentados no XVI Congresso Brasileiro de Hepatologia realizado em Vitória de 28 de abril a 1o de maio. Os trabalhos a seguir foram realizados por alunos da Liga de Hepatites, embora os dados não tenham sido obtidos dos pacientes da Liga.

        Apresentação oral:

  • Influência de fatores ligados ao hospedeiro na intensidade da fibrose hepática em pacientes com infecção crônica pelo vírus da hepatite C. Autores: Luciano B Costa, Renata M Perez, Carla AL Matos, Adalgisa S Ferreira, Regina A Mello, Valéria P Lanzoni, Antônio EB Silva, Maria LG Ferraz.

       Pôsters:

  • Prevalência da diabetes mellitus em transplantados renais com infecção pelos vírus das hepatites B e C. Autores:Elizabeth Y Hirakauva, Renata M Perez, Carla AL Matos, Mauricio S Pacheco, Fabio HL Pace, Adalgisa SP Ferreira, José OM Pestana, Antonio EB Silva, Maria LG Ferraz.
  • Avaliação histológica de portadores de infecção crônica pelo vírus da hepatite C com ALT persistentemente normal. Autores:Ana Carolina N. Yamada, Cristina Miyamoto, Renata M. Perez, Ivonete S. Silva, Virgina M Figueiredo, Valéria P Lanzoni, Antônio EB Silva, Maria LG Ferraz.
  • Avaliação dos níveis de plaquetas e leuócitos em dosi esquemas de tratamento para hepatite C. Autores:Francesco C Blumetti, Carla AL Matos, Renata M Perez, Maurício S Pacheco, Fabio HL Pace, Ivonete S Silva, Antonio EB Silva; Maria LG Ferraz.

        Atualmente outros trabalhos estão sendo realizados por alunos da Liga de Hepatites com dados obtidos dos pacientes atendidos em nosso ambulatório.